educação e meio ambiente

Associação Cairuçu trabalha com o tema ambiental desde 2003, inicialmente visando à conscientização para a conservação. Atualmente, os projetos focam na educação para a sustentabilidade, através do pensamento crítico, vivências e atividades lúdicas, transformando atitudes e valorizando práticas sustentáveis. Contribui assim para o bem-estar das gerações futuras e demais organismos (princípio universal estabelecido na ECO 92).

As atividades do Programa Educação e Meio Ambiente da Associação Cairuçu objetivam sensibilizar as pessoas sobre questões socioambientais, especialmente no que diz respeito à Mata Atlântica remanescente na região de Paraty. As ações são realizadas nos Ceics, escolas públicas, praças, museus, praias, parques e outros espaços oferecidos pelos parceiros do Programa.

Conheça os projetos:

AVES DE PARATY: valoriza a educação ambiental e o turismo de observação de aves como meios de conservação nos ambientes naturais. As escolas das comunidades onde estão localizados os CEICS recebem iniciativas de educação sobre as aves da Mata Atlântica e ampliam o conhecimento sobre a fauna local. Além dessa ação, o projeto Aves da Minha Escola oferece encontros regulares com alunos e professores de escolas municipais do Ensino Fundamental para divulgar a prática da observação de aves, construir saberes e realizar o plantio de mudas e a pintura dos muros das escolas com as aves do entorno.

Parte essencial do projeto, o FESTIVAL AVES DE PARATY acontece desde 2012 e faz parte do calendário oficial de eventos da cidade. Sempre realizado no segundo semestre, o festival atrai turistas, pesquisadores e interessados na observação de aves e em 2015 ganhou a edição brasileira do Festival Sul-Americano de Observadores de Aves. A programação incluiu saídas a campo com especialistas, atividades educacionais envolvendo crianças e jovens, e o lançamento anual dos Guias de Aves de Paraty.

Este ano, o FESTIVAL AVES DE PARATY, chega à sua 6ª edição incorporado ao calendário anual de eventos da cidade, e acontece de 13 a 16 de setembro de 2018, em Paraty com toda a exuberância da Mata Atlântica, história, cultura e diversidade de avifauna. Contamos com você!

Lista de Aves-Birdlist Paraty2017

PROJETO AVES DA MINHA ESCOLA 2015
O Projeto Aves da Minha Escola é um desdobramento do Projeto Aves de Paraty, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação-Prefeitura de Paraty. Seu principal objetivo é estimular as crianças e jovens a conhecerem e valorizarem as aves no entorno de suas escolas. Este trabalho foi iniciado em 2015 com cerca de 80 alunos das escolas municipais Pequenina Calixto (Centro), Parque da Mangueira (Mangueira) e Theóphilo Rameck (Patrimônio). Durante um mês em cada escola ocorreram observações das espécies de aves próximas às escolas, pintura dessas aves nos muros e paredes, e plantio de mudas que atraem as aves no ambiente escolar. 2015: 1 turma/escola durante 1 mês E.M. Pequenina Calixto – Centro, E.M. Theóphilo Rameck – Patrimônio, E.M. Parque da Mangueira – Mangueira.

PROJETO AVES DA MINHA ESCOLA 2016
A experiência bem sucedida em 2015 foi ampliada em 2016 com outras quatro escolas municipais: E.M. Cilencina Rubem de Oliveira Mello (Barra Grande), E.M. Paraty Mirim (Paraty Mirim), E.M. José Melo (Cabral), E.M. Saulo Alves da Silva (Trindade) – totalizando cerca de 100 crianças e adolescentes envolvidos juntamente com seus professores, coordenadores e diretores. O projeto foi estendido para todo o ano letivo e – além da observação das aves, pintura dos muros/paredes e plantio de mudas contou também com três oficinas para educadores e para os estudantes módulos regulares de conteúdo didático e apreciação dos sons das aves. Um aplicativo de celular com informações sobre as aves avistadas, uma exposição com fotos e pinturas, e esse catálogo são resultados desse trabalho: Revista AME2016.
Aves da Minha Escola 2016

PROJETO AVES DA MINHA ESCOLA 2017
Em 2017 o projeto foi realizado em outras quatro escolas municipais: E.M. Domingos Gonçalves de Abreu (Mamanguá), E.M. José Carlos Porto (Taquari), E.M. Maria Jácome de Mello (Corisco), E.M. Monsenhor Helio Pires (Praia Grande), – totalizando 101 crianças e adolescentes envolvidos juntamente com seus professores, coordenadores e diretores. Nesse ano a novidade foi a publicação final ser composta de histórias em quadrinhos elaboradas pelos estudantes, verifique: Revista AME2017.

PROJETO AVES DA MINHA ESCOLA 2018
Em 2018 o projeto está sendo patrocinado pelo Instituto Humanize. Nesse ano estão sendo contempladas mais quatro escolas municipais: E.M. Doutor Mair Pena (Graúna), E.M. Padre Manoel Brás Cordeiro (São Roque), E.M. Ponta Negra (Ponta Negra) e E.M. Samuel Costa (Laranjeiras), – envolvendo crianças e adolescentes juntamente com seus professores, coordenadores, diretores, merendeirxs e funcionários das escolas.

HORTA EDUCATIVA: são atividades lúdicas (música, artesanato, pintura, teatro, vídeos, brincadeiras, jogos, etc) sobre sustentabilidade, saúde alimentar e agricultura orgânica; seguidas de atividades práticas em hortas próximas aos CEICs. As crianças e adolescentes – após aprenderem de forma divertida sobre os temas mencionados – atuam diretamente no planejamento e construção de canteiros, composteiras e viveiros; no plantio de mudas e cuidados regulares com as plantas, como irrigação adequada e controle de pragas sem aditivos ou defensivos químicos; e na realização de feiras orgânicas comunitárias. As atividades desse projeto estimulam que os próprios estudantes sejam capazes de desenvolver e manter hortas orgânicas em suas casas e comunidades.

OFICINA DE SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS: através de atividades lúdicas (músicas, artes, vídeos, jogos, etc) temas como saneamento (resíduos sólidos, água e esgoto) e energia são abordados, buscando-se soluções práticas para problemas relacionados a esses assuntos em nossa cidade. Neste projeto, por exemplo, adolescentes podem planejar e desenvolver um sistema de captação de água da chuva, uma fossa ecológica com bananeiras ou um aquecedor solar caseiro com garrafas Pet, entre tantas outras idéias criativas que contribuem para a qualidade do meio ambiente e da vida das pessoas. Em diversos momentos são utilizadas tecnologias, inclusive as virtuais (através do uso de aplicativos e redes sociais), e as invenções dos estudantes podem concorrer a prêmios de incentivo pelo Brasil.

LABORATÓRIO DE CIÊNCIAS: são experiências e observações em microscópio, pertinentes ao estudo de ciências, tais como: tipos de células, detalhes de microrganismos e análise da qualidade da água, entre outros temas. Essas atividades podem ser realizadas nos CEiCs e também oferecidas nas escolas municipais, planejadas conjuntamente com os professores e agendadas com antecedência num calendário anual.